ago 30

Zero Hora - Gripe A1N1_1251671851942

O site sobre a gripe AH1N1 é um portal completo desenvolvido pelo Grupo RBS, que traz informações sobre os números da gripe em todo Brasil. O site possui um mapa que nos permite o fácil acesso aos dados de todos os casos acontecidos em cada estado da federação. Através deste é possível acompanharmos as mortes por estado, o perfil de cada vitima, e uma banco de informações contendo as diferenças da  gripe A  e a gripe comum, e diversas matérias no formato multimidia.  Em caso de você não encontrar sua dúvida no site, não se preocupe, pois o site possui uma equipe dedicada para responder todas as dúvidas sobre a gripe A.


Acesse aqui o site da Gripe AH1N1



Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , ,

ago 28
 brasil ministério_da_saude  h1n1 porco

O Brasil esta semana passou a ser o país de maior número de mortes causadas pelo vírus Influenza A (H1N1), conhecido como gripe suína, em números absolutos. O Ministério da Saúde confirmou que 557 pessoas morreram no País em decorrência do vírus H1N1. Com isso, superou os Estados Unidos, que registram 522 mortes em decorrência da gripe suína.

Em números relativos, no entanto, o Brasil tem a sétima maior taxa de mortalidade (de 0,29 por 100 mil), que representa o porcentual de óbitos em relação à população de cada país. A Argentina, com 439 mortes, tem a maior taxa de mortalidade, de 1,08, seguida pelo Chile (0,75), Costa Rica (0,67), Uruguai (0,65), Austrália (0,61) e Paraguai (0,61). Em número absoluto de mortes, a lista agora começa com Brasil (557 óbitos), Estados Unidos (522), Argentina (439), México (179), Austrália (132), Chile (128) e Tailândia (119).

Os países adotam periodicidade diferente para atualização do número de óbitos. Os últimos dados dos Estados Unidos, por exemplo, referem-se a 15 de agosto. Os números do Ministério da Saúde divulgados esta semana referem-se ao período de 25 de abril a 22 de agosto deste ano. De acordo com o ministério, entre os Estados com maior número de mortes estão São Paulo, com 223 óbitos confirmados (40% do total), Paraná, com 151 mortes (27,1%); Rio Grande do Sul, com 98 casos fatais (17,6%); e Rio de Janeiro com 55 (9,9%).




Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , , , , ,