set 03

Ser ativo pode diminuir em 50% a chance de ter câncer, dizem médicos

gordinhoO exercício regular pode aumentar em até 10 anos a expectativa de vida e pode reduzir em até 50% a chance de desenvolver doenças crônicas, como câncer, diabetes e doenças cardíacas. Este é o alerta emitido após a realização do Simpósio sobre
Balanço Energético da Série Científica Latino americana, que reuniu cerca de 130 especialistas em agosto, em São Paulo.

Os médicos afirmam que a conscientização da população para uma vida mais ativa deve ser uma prioridade nas agendas de políticas públicas de todos os países. Exercício físico
e cuidados com a alimentação são as melhores formas de combater os problemas associados ao ganho de peso, segundo Fernando Lavalle, presidente do Comitê Científico responsável pela organizacão do simpósio:

– O controle inadequado do balanço energético é, sem sombra de dúvida, a principal causa de obesidade que afeta a América Latina.

O especialista em Medicina Interna da Universidade de Rosário, na Colômbia, John Duperly, afirma que fazer uma hora por dia de atividade física ativa cerca de 800 genes que contribuem para a manutenção da boa saúde, bem como para reduzir em até 50% o desenvolvimento de doenças como câncer, diabetes e derrame.

Até agora, diz Duperly, não há droga tão eñcaz para uma vida saudável quanto o exercício. Ele explicou que cinco intervenções no estilo de vida podem reduzir o risco de até 90% de desenvolver diabetes tipo 2: não fumar, ter um consumo moderado de álcool, comer cinco porções de frutas e vegetais, fazer meia hora de exercícios por dia e, ainda, manter o peso adequado à altura.


Gorduras e açucares são os maiores vilões

Eric Ravussin, diretor do Centro Biomédico Pennington de Pesquisa em Nutrição sobre Obesidade da Universidade do Estado de Louisiana, disse que um dos fatores determinantes no ganho de peso experimentado pela população do mundo nos últimos anos e’ o aumento do consumo de gordura, ao invés da ingestão de carboidratos e açúcares, uma vez que as gorduras têm um maior impacto no desequihbrio de energia
O especialista explica que o metabolismo do corpo humano funciona de forma diferente para carboidratos e gorduras. Enquanto os primeiros vão para o fígado, e servem para proporcionar energia ao músculo esquelético, as gorduras praticamente servem para aumentar o tecido adiposo.
No entanto, segundo Ravussin, é preciso estudos mais consistentes que expliquem o desequilíbrio entre a ingestão de calorias e o gasto energético porque “no meio ambiente há muitos gatilhos que podem disparar a obesidade e ainda há muitas coisas para descobrir”.



Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , ,

jul 11

Neste inverno é comum as pessoas ficarem gripadas, mas o que vem preucupando o Brasil é que esta gripe pode ser perigosa. Este ano há muitos casos confirmados de Gripe A (H1N1), e muitos não sabem o que fazer ou se estão com a doença. Os sintomas aparecem de um a dois dias após a infecção. A primeira regra é ficar em casa assim que se sentir doente, pois você pode facilmente espalhar os germes para as outras pessoas. Se possível, não saia de casa nas primeiras 24 horas após ter os surtos de febre. Compare os sintomas da Gripe comum e a Influenza A (H1N1):

sintomasgripeA

Para dete-la, o tratamento mais comum para a gripe é tratar beber bastante líquido, tomar remédios para reduzir a febre, e descansar bastante. E ficar em casa, para não espalhar os germes. Onde quer que você esteja, sempre cubra a boca com um lenço ao tossir ou espirrar, jogue o lenço fora depois, e, mais uma vez, lave as mãos com água e sabão regularmente.
Medicamentos antivirais não previnem a doença, mas podem encurtar sua duração e reduzir os sintomas se tomados dentro de 48 horas após o aparecimento dos primeiros sintomas. Tanto o Tamiflu® quanto o Relenza® foram usados recentemente para tratar pessoas que ficaram seriamente doentes durante a pandemia de gripe H1N1 de 2009, por exemplo. O Centers for Disease Control (Centro de Controle de Enfermidades dos Estados Unidos) recomenda o uso de oseltamivir ou zanamivir para o tratamento e prevenção da infecção contra este vírus influenza suína. Os remédios antivirais são drogas prescritas (comprimidos, xaropes ou por inalação) que combatem o vírus e impedem que se reproduza no seu organismo. Se você ficar doente, os remédios contra o vírus tornam a doença menos grave, previnem as complicações e permitem que a melhora clínica seja mais rápida. Para o tratamento funcionar melhor, ele deve ser iniciado precocemente, assim que você ficar doente (dentro de dois dias após o início dos sintomas). Sempre com orientação médica.

Se os sintomas persistirem ou piorarem depois de três a cinco dias, principalmente a dificuldade respiratória, a pessoa pode estar com uma doença secundária, como pneumonia, bronquite ou sinusite, e deve procurar um médico.




Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , , , ,