jan 10

TV vira centro do mundo digital com acesso sem fio ao PC e à Web


Uma televisão da HP é algo tão inesperado quanto um telefone da Apple. Certamente ela não tem o mesmo sex appeal do iPhone, nem metade do barulho feito ao redor do aparelho no ano passado. Mas mostra uma tendência lançada pelo Apple TV no ano passado e confirmada nos corredores da CES 2008 —a TV, que já foi ameaçada pelo PC, voltou ao centro do mundo digital.

image

Além da tecnologia Bluetooth, já presente em uma série de dispositivos de áudio, receptores Wi-Fi conectados à TV dão acesso sem fio a conteúdos guardados no computador, em players digitais, no celular e até na Internet.

No estande da HP, a série de produtos MediaSmart é o destaque. Há um receptor para TVs comuns e duas televisões da própria marca capazes de acessar conteúdos de diversos PCs e da Web.

O receptor, compatível com as versões XP e Vista do Windows, é compatível com os padrões a, b, g e n de redes Wi-Fi. As TVs MediaSmart também têm conectividade Wi-Fi, sintonizador deTV digital embutido e alcançam 1.080 linhas de resolução. Ambos chegam às lojas dos EUA até o meio do ano.

A Sony, que desde o ano passado possui uma versão bonitinha do Vaio que funciona como media center, mostrou na CES o Vaio LT29U Premium HD PC/TV. Espécie de tudo-em-um, ele mais parece uma TV de LCD — mas é um super PC, com tela de 22 polegadas, chip Core 2 Duo, 4 GB de memória RAM e 1 TB de disco rígido, capaz de armazenar até 100 horas de vídeo em alta definição. Este já está no mercado —sai por US$ 3.300.

A Panasonic também não ficou atrás e apresentou na feira quatro modelos de IPTV de plasma (sim, o IP vem de Internet, e o sinal chega a este tipo de televisão por um cabo de rede ou via Wi-Fi) com acesso à Internet. As TVs, que devem chegar ao mercado norte-americano até o meio do ano, terão recursos para acesso direto a videos do Youtube e fotos do serviço online Picasa, do Google.


Para a TV comum

Mas quem não quer trocar a TV que acabou de comprar pode usar receptores que conectam o aparelho ao PC. Um exemplo é o PC-on-TV, da D-Link, bastante conhecida no Brasil pelos roteadores de Internet rápida. O aparelho permite ao usuário acessar e controlar o computador pela televisão. Dá para navegar pela Web e assistir a vídeos do YouTube, por exemplo, no conforto do sofá da sala. Também é possível ver na tela fotos e filmes gravados no computador, mas ainda com restrição de resolução: 1.280 x 720 pixels para fotos, e 640 x 480 pixels em 30 quadros por segundo para vídeos.

Uma alternativa para quem tem PC com saída de vídeo composto ou S-video é o CWave UWB Wireless HDMI, da Pulse~Link. Ele não passa de um conector sem fio para a TV, que elimina a necessidade de cabos e permite ligar à TV diversos aparelhos à distância.

No âmbito das promessas, LG e Netflix fecharam um acordo para desenvolver nos Estados Unidos um set-top box capaz de alugar filmes diretamente pela Internet, sem precisar de um computador. O produto deve chegar ao mercado norte-americano no segundo semestre.

Samsung e Hitachi também mostraram na feira protótipos de adaptadores sem fio que conectam a TV a outros aparelhos de mídia. Mas ainda não há previsão de chegada ao mercado para eles.

A CES 2008 vai até quinta-feira em Las Vegas, nos Estados Unidos, e deve receber mais de 140 mil visitantes.

Fonte: Uol Tecnologia


Escrito por Airton

Deixe seu comentário