fev 01

Microsoft quer comprar o Yahoo! por US$ 44 bilhões


A Microsoft fez uma oferta de compra do Yahoo! de US$ 44,6 bilhões (R$ 78,18 bilhões) em efetivo e ações. A informação foi divulgada pela empresa fundada por Bill Gates nesta sexta (1º). 0803063

A companhia afirmou que fez a proposta à junta diretora do Yahoo! para adquirir o pacote de ações comuns a US$ 31 por título, “o que representa um total de valor acionário de aproximadamente US$ 44,6 bilhões”, segundo o comunicado.

Pela proposta, os acionistas do Yahoo! poderão escolher se querem receber sua parte no negócio em dinheiro ou em ações da Microsoft. Caso escolham a última opção, eles se tornariam acionistas da empresa de Bill Gates. No total, a Microsoft se propõe a pagar metade em dinheiro e metade em ações.

No comunicado enviado ao Yahoo!, a Microsoft deixa claro que seu objetivo no negócio é ganhar espaço no mercado de publicidade on-line.

Em clara referência ao Google, que domina grande parte desse segmento, a empresa afirma: “Hoje o mercado é cada vez mais dominado por um ‘player’ que está consolidando seu domínio por meio de aquisições. Juntos, Microsoft e Yahoo! podem oferecer uma alternativa confiável para consumidores, anunciantes e editores”.

De acordo com a Microsoft, o mercado de publicidade on-line está crescendo rápido –deve passar de US$ 40 bilhões em 2007 para quase US$ 80 bilhões em 2010, nas contas da empresa.

De acordo com Microsoft, o acordo pode gerar uma economia de gastos no valor de US$ 1 bilhão –no comunicado, a empresa fala em “eliminar a infra-estrutura redundante e custos operacionais duplicativos”. A companhia disse esperar que o negócio seja fechado e seja aprovado por órgãos reguladores ainda este ano.

Crise

A oferta ocorre na mesma semana em que o Yahoo! anunciou que vai demitir mil empregados, o que representa 7% de seu quadro de funcionários. Trata-se da maior eliminação de postos de trabalho que a empresa promove desde a sua fundação. Atualmente, a empresa conta com 14.300 funcionários.

“Trata-se de um passo necessário em nossa transformação”, disse Jerry Yang, co-fundador e executivo-chefe da companhia.

Na terça-feira (29), a empresa divulgou o balanço dos negócios referente ao quarto trimestre de 2007. O Yahoo! registrou um lucro líquido de US$ 206 milhões, 23% a menos do que no mesmo período do ano anterior.

A empresa reconheceu, na semana passada, que pretende investir em algumas áreas, reduzir o investimento em outras e eliminar divisões de seu negócio que não fazem parte das prioridades da empresa.

A Yahoo! foi fundado em 1994, por Yang e David Filo, quando ambos se formaram na Universidade de Stanford.

A empresa apareceu, no ano passado, na 55ª posição entre as 100 marcas mais valiosas do mundo segundo pesquisa Best Global Brands 2007.

Tentativa

No comunicado, assinado pelo executivo-chefe da empresa, Steven Ballmer, a Microsoft diz que tentou um acordo com o Yahoo! entre o fim de 2006 e o começo de 2007 — de parcerias comerciais a uma fusão. Entretanto, as propostas foram rejeitadas.

Fonte: Folha On-line


[BBL] yahoo, microsoft, venda, mercado ações, noticia, afarias [/BBL]

Escrito por Airton

Deixe seu comentário