dez 31

Atrair o que é bom


Se te julgas uma pessoa “azarada”, como podes ser feliz?

Quem se vê com “maus” olhos entra em ilusão e gera, para si mesmo, contrariedades e prejuízos, que o levam a se considerar “azarado”.

Olha-te com “bons” olhos e lembra que não existe azar ou sorte.

Tu não tens nada de infeliz, bastando que repilas as pecha de “azarado” e julgues que a ti estão destinadas muitas coisas agradáveis.

Abre-te ao que é bom. Sente o que é bom e positivo dentro de ti, e assim atrairás, pois o que é bom atrai o que é bom.

Pela porta podem entrar muitas coisas, mas é o dono da casa que escolhe as que lhe convêm.

 Lourival Lopes – Ânimo


Escrito por Airton

Deixe seu comentário