mai 29

Os significados das principais siglas da telefonia celular


Celulares 1G (Primeira Geração)
Padrão de acesso analógico utilizado nos primeiros celulares do mundo, como o AMPS (do inglês Advanced Mobile Phone System). Nessa geração, foi possível estabelecer as funcionalidades básicas da telefonia móvel, como o roaming.

2G (Segunda Geração)
Lançada na década de 80, as tecnologias de segunda geração substituíram os sistemas analógicos pelos digitais. As principais são CDMA, TDMA e GSM. Com a chegada do sistema digital foi possível ter um melhor aproveitamento do espectro de freqüências, fazer o roaming entre operadoras diferentes, melhorar a qualidade do serviço e adicionar serviços de dados, como mensagens de texto e multimídia.

3G (Terceira Geração)
São tecnologias cujo principal objetivo é oferecer acesso e serviços pela Internet em velocidades bem superiores às atingidas pelas tecnologias de segunda geração, como GPRS, EDGE e cdmaOne. Os principais sistemas de terceira geração são o WCDMA e o CDMA2000.

CDMA (Code Division Multiple Access)
Padrão de acesso utilizado tanto em segunda quanto em terceira geração e também em rastreamento via satélite. No Brasil, a tecnologia foi implementada em 1998. A empresa americana Qualcomm é a principal inventora do CDMA e também quem recebe a maior parte dos royalties pelo seu uso.

CDMA 1xRTT
Considerada uma tecnologia intermediária entre as de segunda e terceira geração, atinge velocidades de até 153 Kbps. Também é conhecida como CDMA2000 1X. No Brasil, é comercializada pela operadora Vivo.

CDMA2000
O CDMA2000 é um dos cinco padrões escolhidos como tecnologia de terceira geração. Se comparada a tecnologias 2G (como CDMA e GSM), oferece acesso à Internet e troca de dados com velocidades bem superiores. Geralmente, a adoção do padrão WCDMA é feita pelas operadoras CDMA.

cdmaOne
Padrão 2G que permite o oferecimento de acesso à rede e troca de dados entre celulares CDMA com taxas de até 115 Kbps.

EDGE (Enhanced Data rates for GSM Evolution)
O sistema é conhecido como uma evolução do GPRS para as redes GSM. Muitos caracterizam a tecnologia como já pertencente à terceira geração ou a chamam de 2,75G. No entanto, vale lembrar que ela representa apenas uma melhoria na velocidade de conexão GPRS (chegando a 130 Kbps) e não a criação de um novo sistema. O EDGE é usado desde 2003 na América do Norte.

EV-DO (Evolution Data Optimized)
Evolução da rede CDMA2000 1xRTT que permite acesso à Internet com uma conexão de dados de até 2,4 Mbps. Foi a primeira tecnologia de terceira geração adotada no Brasil, em 2005, pela operadora Vivo.

EV-DO Release A (Evolution Data Optimized)
Evolução do EV-DO, sistema atinge velocidades de até 3,1 Mbps. Atualmente, é utilizado no Japão e nos Estados Unidos.

EV-DO Release B (Evolution Data Optimized)
Evolução do EV-DO Release A, sistema atinge velocidades de até 73 Mbps. Essa versão é concorrente direta do HSPA, na versão WCDMA.

GPRS (General Packet Radio Service)
Sistema que pode ser implementado em uma rede GSM com o objetivo de oferecer troca de dados com velocidade de até 171 Kbps -no entanto, a velocidade média de transporte de dados real varia de 26 a 40 Kbps. Uma das vantagens do GPRS é a tarifação por pacotes de dados, já que o sistema não precisa de um circuito telefônico para a conexão. Logo, não é preciso se preocupar com tempo de conexão, mas sim com a transferência de bits.

GSM (Global System for Mobile Communications)
Padrão digital de segunda geração criado na Europa na década de 80 para substituir os padrões analógicos que já existiam por lá. No Brasil, a tecnologia foi introduzida em 2002. Segundo estatísticas, 2,5 bilhões de pessoas optaram pela tecnologia GSM -o que representa 78% de usuários de telefonia móvel no mundo.


[BBL] siglas, telefonia, celular, movel, cdma, tdma, gsm, 3g, banda larga, geração [/BBL]

Escrito por Airton

Deixe seu comentário