set 26

Remédio contra impotência ajuda a próstata


cialis_disfunção

Uma dose diária do remédio Cialis (Tadalafil), contra a disfunção erétil, pode ajudar homens com sinais de hiperplasia benigna da próstata (HBP) e aliviar sintomas do trato urinário inferior (LUTS). O estudo publicado na revista Urology, elaborado por cientistas da Universidade do Texas, da Universidade Noroeste e dos Laboratórios Lilly, nos Estados Unidos, se baseia em uma análise de mais de 1 mil homens, procedentes de 10 países, que tomam Tadalafil.

Metade dos homens de 50 anos ou mais tem problemas provocados pelo LUTS, e os remédios para tratá-los podem produzir efeitos secundários como enjôo, pressão baixa e disfunção sexual. Os pacientes que participaram do estudo tinham que tomar um placebo durante quatro semanas. Depois, os 1.056 homens foram divididos em cinco grupos que recebiam o placebo ou diferentes doses de Tadalafil. Aqueles que tinham tomado Tadalafil registraram uma melhora significativa após, no mínimo, quatro semanas.

Os cientistas determinaram que uma dose de apenas cinco miligramas ao dia proporcionava o melhor resultado aos pacientes com LUTS. Pacientes com HBP, uma doença freqüente em homens com mais de 60 anos que ocorre quando aumenta o número de células da próstata, tornando-a maior e causando problemas ao urinar, também seriam beneficiados pelo remédio.


Escrito por Airton \\ tags: , , , , ,

Um Comentario para “Remédio contra impotência ajuda a próstata”

  1. Pedro Bastos Escreveu:

    Tomar com Fenasterida, a substância activa do Proscar e outros remédios no género, tem muitos efeitos secundários prejudicias e poucos resultados no tratamento da HBP, porque atua na nossa testosterona e não na génese do problema que causa a HBP. Ao reduzir a nossa testosterona ficamos com menos vontade para o sexo e afemininados, por vezes os nossos mamilos aumentam. para um homem, isto não tem graça nenhuma.

    Portanto, tratar consequências nunca foi a solução para resolver problemas, sejam eles quais forem!

    A solução para eliminar o problema é atuar na causa. A causa da HBP é, muitas vezes, uma deficiência nutricional. Trata-se a HBP sem tomar estes remédios químicos (sintéticos) que são mais prejudiciais do que benéficos, para os homens.
    Esta é a minha opinião, com experiência de mais de 10 anos no assunto.
    Eu tratei a minha HBP sem tomar estas drogas. Evitei a cirurgia. Evitei as suas consequências, como a incontinêntia e a impotência, coisas que os médicos nunca nos alertam quando falam na cirurgia á prostata.

    Portanto, esteja atento a tudo isto, caro leitor. Saiba o mais que puder sobre o assunto antes de tomar qualquer atitude, para não se arrepender mais tarde. Não quero alarmá-lo, apenas avisá-lo!

    Saúde a todos!
    PB

Deixe seu comentário