out 15

Pesquisa mostra que há mais sem-teto obesos do que desnutridos


Levantamento foi feito no Restaurante Popular, localizado no Centro de Porto Alegre

obesidade Um levantamento feito pela prefeitura mostra um dado curioso entre a população de sem-teto. De acordo com uma avaliação antropométrica realizada com parte dos moradores de rua, há mais obesos do que desnutridos nas vias da Capital.

Divulgada ontem pela Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cosans), órgão da prefeitura, a avaliação abrangeu 140 freqüentadores do Restaurante Popular. Entre esses, 78% estão dentro dos padrões normais de nutrição, 15% são obesos e 4% estão desnutridos.

O estudo foi apresentado nos eventos da Semana da Alimentação, que ocorreram no Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs)

. Para o coordenador da Cosans, Carlos Antônio da Silva, o resultado é surpreendente.
– O próximo passo é controlar a qualidade nutricional dessa alimentação, principalmente as que fazem fora dos equipamentos públicos – diz o coordenador.

A pesquisa no Restaurante Popular, localizado no Centro, ocorreu de abril a agosto. A partir da aferição do peso e da estatura dos usuários encaminhados pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), os nutricionistas da Cosans elaboraram a classificação de acordo com o Índice de Massa Corporal (IMC).


Fonte: Zero Hora

Escrito por Airton \\ tags: , , ,

2 Comentarios para “Pesquisa mostra que há mais sem-teto obesos do que desnutridos”

  1. Camile Escreveu:

    Olá, você reside em Porto Alegre?

  2. Relsi Escreveu:

    Bah, mas eu acho que essa pesquisa teria melhor validade se fosse feito um estudo com todos os sem teto, não só com os que vão no bandejão, pq uma grande parcela dessas pessoas não vão nesse local buscara alimentção pq não dispõem de recursos, sei lá meio sem nexo isso, mas pesqueisa é pesquisa, segundo as pesquisas a Manuela estava no segundo turno!

    Um abraço meu amigão!!!

Deixe seu comentário