out 19

acesso_internet_trabalho Cada brasileiro gasta, em média, 51 minutos por dia do expediente navegando por sites sem qualquer relação com o trabaho. A pesquisa é da empresa de segurança na Internet Websense. Os campeões são sites de bancos e governamentais, de notícias e e-mails pessoais.

Apesar de ainda ser alto, o número de minutos caiu em relação ao ano passado – era 71 minutos por dia.

Filtros mais eficientes e maior responsabilidade dos funcionários seriam os fatores decisivos para a queda.

Com queda ou sem queda, tenho uma convicção. Não é o número de horas, mas sim a motivação do funcionário que faz a diferença.

A Internet no local de trabalho não causou até hoje uma queda acentuada de produtividade na economia. Ao contrário.


Fonte: Blog Tulio Milman



Escrito por Airton \\ tags: , ,

set 22

internet lares ibge

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgados pelo IBGE, indicam que o país superou o índice de 20% de residências com acesso à internet.

Nas regiões Norte e Nordeste, no entanto, o índice não chega a 10%. Apenas 8,2% das casas no Norte, e 8,8% no Nordeste, possuem acesso à rede mundial de computadores.

De acordo com a Pnad, pouco mais de 11,3 milhões de moradias brasileiras, ou 20,2% do total, têm computadores ligados à web. O número é quase três vezes maior do que o resultado constatado em 2001, de 4 milhões. Na pesquisa anterior, com dados de 2006, eram 16,9% as residências ligadas à rede.

A região mais privilegiada neste quesito do Pnad é a Sudeste, onde está mais da metade das casas brasileiras com computador – 8,7 milhões, de um total de 15 milhões.

Enquanto 34% das residências nos estados de Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo possuem computador, 27,4% possuem acesso à internet. O Sul, com 24%, e o Centro-Oeste, com 18,4%, vêm a seguir.

A unidade da Federação mais “plugada” é o Distrito Federal, onde quase uma a cada duas casas possuem computador. São 48,8%, mas os dados separados por estado não indicam qual a porcentagem destes computadores que estão ligados à rede.

Em São Paulo, 39,5% das casas têm microcomputadores. No Maranhão, pior estado neste quesito do Pnad, o índice é de apenas 8%.




Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , , ,