ago 18

tam-maior-aviao-aeronave-foto3 tam-maior-aviao-aeronave  

A TAM anunciou nesta segunda-feira ter recebido a primeira das oito novas aeronaves modelo Boeing 777-300 ER. Com capacidade para 365 passageiros, este passa a ser o maior avião da frota da empresa. Antes, este posto era do MD-11, que transporta até 289 passageiros.


O avião fará as rotas São Paulo-Frankfurt e São Paulo-Londres. Num primeiro momento, a nova aeronave irá operar a rota São Paulo-Santiago.

tam-maior-aviao-aeronave-foto1  Com a incorporação do novo 777-300 ER, a TAM passa a ter uma frota de 117 aeronaves, sendo 110 modelos da Airbus (17 A319, 76 A320, 3 A321, 12 A330 e 2 A340), 1 B777-300 ER, 2 B767-300 e 3 MD-11, além de 1 F-100 fora de operação e em processo de devolução. Até o final deste ano, a companhia receberá mais três unidades do 777-300ER, que irão substituir as aeronaves MD-11, hoje utilizadas em rotas de longo curso e que serão devolvidas até o final de 2008. Para sustentar a ampliação da malha internacional, a TAM receberá, ainda este ano, duas aeronaves Airbus A330.

A companhia possui um plano de frota de longo prazo consistente e flexível para sustentar a expansão nos mercados internacional e doméstico, e planeja encerrar 2008 com 123 aeronaves. A estimativa para o final de 2012 é de 147 aviões em operação.


[BBL] tam, boeing, Boeing 777-300, avião, lançamento, aeronave, linhas aéreas, passagens aéreas[/BBL]



Escrito por Airton \\ tags: , ,

jul 26

Tensão no ar e pouso forçado nas Filipinas

Parte da fuselagem de um Boeing que ia para a Austrália se desprendeu, causando despressurização em pleno vôo

acidente avião rompeu fuzilagem

Do lado de fora, o rombo de cerca de três metros na fuselagem do Boeing-747 da Qantas Airways assusta.

Do lado de dentro, os 345 passageiros a bordo respiraram aliviados, ontem, quando o avião conseguiu completar o pouso de emergência em Manila, nas Filipinas, depois que o buraco aberto provocou a despressurização da aeronave.

– Nós ouvimos um ruído muito grande. Logo depois, o avião tremeu e as máscaras de oxigênio começaram a cair – contou a passageira June Kane, depois do susto.

O jumbo da companhia australiana Qantas tinha saído da capital britânica, Londres, com destino a Melbourne, na Austrália. O incidente ocorreu cerca de uma hora após uma escala feita em Hong Kong, na China. O piso da cabine cedeu, deixando à vista o compartimento de carga quando a aeronave sobrevoava o Mar do Sul da China. Parte do teto do Boeing também desabou. Imediatamente, o piloto reduziu a altitude, que era de 9 mil metros – um procedimento adotado para tentar igualar ao máximo as pressões interna e externa, segundo o diretor do curso de Ciências Aeronáuticas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Elones Fernando Ribeiro. Apesar da tensão, ninguém ficou ferido.

< ?php wpads('blog'); ?>
Continue lendo »



Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , , , ,