ago 12

Segue abaixo as principais recomendações médicas quanto a prevenção no que se refere a pandemias como a gripe suina:

1) evitar contato direto com pessoas gripadas;

prevencao-gripe-suina-pessoas-gripadas

2) ficar em casa se estiver em período de transmissão da doença (até cinco dias após o início dos sintomas);

prevencao-gripe-suina-ficar-em-casa

3) cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel ao espirrar;prevencao-gripe-suina-espirrar-tossir-cobrir-nariz

4) lavar as mãos frequentemente (principalmente antes de comer ou de tocar os olhos, nariz ou boca e depois de tossir, de espirrar e de usar o banheiro);

prevencao-gripe-suina-lavar-as-maos

5) usar máscara cirúrgica em locais de grande concentração de pessoas, como aeroportos, ruas movimentadas e shopping centers.

prevencao-gripe-suina-mascara

OBS: As autoridades sanitárias americanas também orientam, como forma de aumentar a resistência do organismo, que as pessoas se vacinem contra a gripe comum, tenham no mínimo 8 horas de sono por dia, bebam líquidos em abundância, consumam alimentos nutritivos e pratiquem exercícios físicos. De acordo com a Inbravisa, as dicas do CDC devem ser seguidas pelos brasileiros. A elas, o Ministério da Saúde recomenda que o ambiente doméstico seja arejado e receba a luz solar, o que ajuda a eliminar os possíveis agentes das infecções respiratórias e que se evite tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies.




Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , , , ,

ago 12

sintomas-h1n1-virus-da-gripe O vírus H1N1 é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e nas articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal e dificuldade na respiração. Os sintomas podem ter início no período de três a sete dias após contato com o influenza A (H1N1).

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório.
Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).




Escrito por Airton \\ tags: , , , , , , , ,